IDEPI – Instituto de Diagnósticos Especializados Por Imagem

Estudo Ecográfico para Endometriose

Estudo Ecográfico para EndometrioseEstudo Ecográfico para Endometriose

Aspectos ecográficos de endometriomas ovarianos

A Endometriose é uma doença que acomete 15% das mulheres em idade fértil e consiste no aparecimento do tecido endometrial (revestimento interno do útero), em outras áreas da cavidade abdominal, incluindo ovários, peritônio, intestino, útero, tubas uterinas e outras áreas mais altas e menos comum.

Além de causar grandes desconfortos, e muitas vezes dores importantes no período menstrual, esta patologia é uma das causas de infertilidade. A doença inicia-se muitas vezes de forma silenciosa, e por este fato é subdiagnosticado clinicamente e pelos variados métodos disponíveis. O diagnóstico correto dará a possibilidade de um tratamento com maior sucesso, mesmo que não haja ainda um tratamento específico.

No IDEPI, há uma equipe preparada para investigar e localizar os focos endometrióticos e documentar tais lesões, além de informar aos clínicos a profundidades das lesões para um planejamento de tratamento mais adequado.

Vantagens do Estudo Ecográfico para Endometriose

Além da rapidez e a não utilização de radiação para realização do exame, destacam-se a precisão das imagens e a possibilidade da análise do sistema cardíaco em tempo real pelo médico. É um exame com custo menor do que a opção por Ressonância Magnética.

Quando é indicado

Esta patologia além de causar grandes desconfortos e muitas vezes dores importantes no período menstrual é uma das causas de infertilidade. A doença inicia-se muitas vezes de forma silenciosa e por este fato é subdiagnosticado clinicamente e pelos variados métodos disponíveis.

Contraindicação

Este exame não possui nenhuma contraindicação.

Preparo

Não há necessidade de nenhuma preparação especial para adultos.

Tempo de duração

Este exame tem duração média entre 15 e 20 minutos.

Como é realizado

O método Estudo Ecográfico para Endometriose, é muito diferenciado em relação aos estudos convencionais da pelve pois necessita de preparos específicos além da busca de pontos e regiões incomuns ao método convencional, necessitando para isso, um treinamento e conhecimento direcionado.

As telefonistas e recepcionistas do IDEPI, estão preparadas para direcionar este exame aos profissionais que se dedicam ao método, além de informar os itens de preparo para o exame.
O método consiste na busca de focos, por via endovaginal, em regiões de difícil acesso, daí a necessidade de prévio preparo do intestino com laxativos, pois o intestino deve estar vazio durante o exame.

Algumas vezes há necessidade de nova aplicação de um laxativo local, minutos antes do exame. Durante o exame o médico examinador pode necessitar da introdução de uma quantidade complementar de gel em cavidade vaginal.

Dependendo das regiões, das dimensões e da profundidade das lesões encontradas, o laudo merecerá uma descrição mais longa e isso pode resultar na entrega do laudo em dias a mais além do habitual.

Agende seu exame

Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades