IDEPI – Instituto de Diagnósticos Especializados Por Imagem

Morfológica 2º Trimestre

Morfológica 2º TrimestreMorfológica 2º Trimestre

Avaliação detalhada sobre a anatomia fetal

A Ultrassonografia Morfológica de 2º Trimestre é um exame de rotina do acompanhamento pré-natal, em que é feito um estudo minucioso do crescimento do feto, da placenta e do volume do líquido amniótico, a fim de detectar possíveis malformações e anomalias genéticas.

É o exame de escolha para o acompanhamento de malformações já diagnosticadas em qualquer fase da gestação. Devido à sua importância, deve ser realizado por profissional habilitado em Medicina Fetal, o que permite que a maioria das malformações possam ser vistas já nesta época.

Vantagens do Exame Morfológica 2º Trimestre

Trata-se de um exame de rotina em todas as gestações, no qual é feita uma avaliação detalhada sobre a anatomia fetal. Mesmo considerando as limitações técnicas inerentes ao ultrassom, a sensibilidade do ultrassom morfológico para detecção de malformações fetais é de aproximadamente 85%.

Quando é indicado

Deve ser realizado prioritariamente entre 20 e 24 semanas de gestação, melhor época para visualizar com o ultrassom as alterações anatômicas.

Situações que reforçam a realização do exame:

  • Histórico familiar de malformação;
  • Diabetes Mellitus;
  • Uso de drogas;
  • Radiação ionizante (Raios-X);
  • Infecções;
  • Doenças genéticas;
  • Trombofilias.

Em associação com este exame, de acordo com a solicitação de seu obstetra, também podemos realizar a avaliação do colo uterino por via endovaginal, utilizada para detecção dos riscos de trabalho de parto prematuro.

Contraindicação

Não existe contraindicação para este exame.

Preparo

Não há nenhum cuidado especial para a realização do exame. Apenas uma proteção das vestimentas da paciente, para não sujar com o gel de contato. O ideal é que a paciente esteja alimentada, para apresentar maior movimentação fetal.

Tempo de duração

O tempo de duração do exame é de 30 a 50 minutos, dependendo do grau de dificuldade. A duração da ultrassonografia morfológica de segundo trimestre é sempre influenciada por vários fatores, como a posição fetal e o biotipo da paciente.

Como é realizado

A paciente é orientada a se deitar com a barriga virada para cima e o dorso elevado (aproximadamente 45 graus). O médico espalha um gel transparente, à base de água, na barriga e pelve da gestante. Esse gel serve para facilitar a transmissão das ondas sonoras.

É utilizada uma sonda de mão sobre a barriga e pelve, que emite e capta ondas sonoras, criando as imagens na máquina de ultrassom. O dispositivo de ultrassom capta as ondas sonoras que são emitidas por todas as partes do útero, incluindo movimentos do bebê. Esses ecos são transformados em imagem, e então exibidos em um monitor, permitindo ao médico analisar todas as características do feto, além do útero, ovários e colo do útero da gestante.

Agende seu exame

Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades